Europa Destacado News W&DW

W&DW insta aos ministros europeus a estabelecer um direito inalienável à remuneração dos autores.

28 Ministros da Cultura do Parlamento Europeu foram convocados para aproveitar a oportunidade de uma remuneração justa para cineastas e autores audiovisuais.

Em representação dos criadores de 78 países, a Writers & Directors Worldwide chamou a atenção sobre a urgência da Europa em aproveitar a oportunidade para fortalecer os direitos dos autores. A W&DW enviou uma carta aos 28 Ministros da Cultura do Parlamento Europeu, encorajando aos ministros a estabelecer um direito inalienável à remuneração proporcional dos autores de filmes e audiovisuais quando seus trabalhos fossem usados pelos serviços digitais e outros usuários. Isso ajudaria aos roteiristas e diretores a garantir que eles recebam um pagamento justo à medida que as plataformas on-line continuam-se desenvolvindo.

É tempo do que a União Europeia se unifique e leve este sucesso para seus mercados nacionais e de exportação

O mundo busca liderança na Europa, especialmente em direitos autorais. Em Argel, isto foi representado pela voz unânime, no congresso anual de W&DW feito nessa cidade, solicitando que a carta fosse enviada.

A carta incentiva eleitores pró-criativos que apóiem a remuneração nas próximas decisões:

  • Os autores europeus esperam que o Conselho da União Européia adote esse direito em uma proposta formal de revisão. Eles esperam que isso se materialize em breve.
  • Autores do mundo todo estão de olho nessas importantes datas européias. O mercado global precisa de uma lei universal para desenvolver e facilitar a circulação e disseminação de obras, em benefício de todos os atores da cadeia criativa.

Hoje, em Argel, os autores africanos estão enviando a mesma mensagem urgente ao seu continente, o que mostra como é mais necessário do que nunca enviar uma forte sinal europeia.