Ásia-Pacífico News NOTÍCIAS

Coréia do Sul: uma indústria audiovisual admirada por todos

A Coreia do Sul, como outros países, emerge hoje após a passagem devastadora da COVID-19. Anteriormente, ela se deu a conhecer ao mundo por ter sido multipremiada pelo audiovisual Parasite e seu Diretor Bong Joon-ho. Hoje, sua esperança está no mercado audiovisual interno.

Bong Joon-ho Director “Parasite” y ex Presidente DGK

Incansável defensor dos direitos autorais, Bong Joon-ho – atual membro e ex-presidente da DGK – Directors Guild of Korea – colocou seu país na mira do mundo, após o sucesso de Parasite, ganhando o primeiro Óscar de Melhor Filme da história de um filme que não fala inglês e os primeiros quatros Óscares para esse país.

É importante destacar que o aclamado diretor, que foi Presidente do Sindicato de Diretores da Coreia, tem defendido uma remuneração justa dos diretores e roteiristas audiovisuais dessa região, uma vez que os direitos autorais ainda não se tornaram lei nesse país.

Hoje, depois da luta da Coreia do Sul no combate à COVID-19 que afetou diversas áreas, o país se recupera, retornando aos poucos à normalidade e dando esperança ao mundo que é possível vencer essa batalha contra o vírus.