Destacado Featured 8 News Videos W&DW

SEM PRECEDENTE: Os Autores do mundo reunidos na cidade de Moscou após um novo Congresso Anual da Writers and Directors Worldwide

https://youtu.be/EV5wpuE62xU

Com uma participação histórica de Autores e autoridades das entidades de gestão coletiva, federações e alianças de todo o mundo, o Congresso Anual da Writers and Directors Worldwide (W&DW) foi realizado na cidade de Moscou, Federação Russa.

Nos dias 25, 26 e 27 de março foi realizado o Congresso Anual da W&DW, desta vez na cidade de Moscou, Federação Russa, reunindo um grande número de reconhecidos Autores das obras mais clássicas do audiovisual russo, filmes que são hoje muito importantes na indústria. Roteiristas, dramaturgos, literários e diretores, que transcenderam ao longo da história de um país com uma vasta história cinematográfica, e que estão unidos na defesa dos direitos autorais dessas obras que fizeram história. Eles também receberam importantes Autores dos países de Azerbaijão e Bielorrússia, comprometidos a participar dessa importante luta coletiva.

Juntamente com os Autores locais, o congresso reuniu um grande número de Autores e autoridades de todo o mundo, sociedades de gestão, alianças e federações unidas neste Conselho de Obras Dramáticas, Literárias e Audiovisuais – W&DW, que agradeceram a cordial recepção que receberam de seus colegas locais e, especialmente, para a sociedade anfitriã RUR – Russian Union of Right-Holders, seu Diretor-Geral, Mr. Andrey Krichevskiy, e seu Subdiretor e Chefe de Assuntos Internacionais, Erik Valdez-Martines, pela acolhida e a dedicação oferecidas. O renomado diretor de cinema Vladimir Khotinenko se uniu às calorosas boas-vindas e encorajou aos autores a continuar sua luta por seus direitos e seus melhores desejos pelos objetivos propostos, quem também recebeu em nome da Universidade VGIK da Rússia, da qual é professor emérito, uma placa em homenagem à trajetória da instituição pelo seu centésimo aniversário, concedida por W&DW e DAC – Diretores Argentina

Vladimir Khotinenko recebe uma placa homenagem em nome da Universidade Russa VGIK

Esta segunda-feira, 25 de março, foi um dia cultural onde os Autores visitaram o centenário e famoso estúdio MOSFILM (fundado em 1920, que já produziu mais de 3000 filmes) que este ano completou 95 anos, onde foram criados milenários e bem-sucedidos filmes, pela mão de seu Diretor-Geral, o renomado diretor de cinema e roteirista Karén Shajnazárov, que pessoalmente recebeu e parabenizou os colegas por estarem nesta luta pelos seus direitos.

Os autores reunidos em MOSFILM//Horacio Maldonado Presidente de W&DW com Karén Shajnazárov Diretor Geral da MOSFILM

Tanto no dia 26 quanto no dia 27 de março, o foco da agenda foi a atual situação da Federação Russa e dos países vizinhos em relação aos direitos autorais e o papel que o Autor ocupa como dono de sua obra. Nesses dias houve painéis e debates onde os Autores locais expuseram suas dúvidas, a necessidade de formar uma sociedade de gestão coletiva para diretores e roteiristas que proteja os seus direitos, a necessidade de contar com o apoio das alianças e federações internacionais para orientar os seus passos em um âmbito de colaboração e cooperação. Este rico debate foi moderado pela coordenadora regional da Aliança de Diretores Audiovisuais Latino-Americanos (ADAL) – Silvana Jarmoluk, diretora de cinema, roteirista e mestre em Belas Artes, que há vários anos se dedica à região e aos seus colegas russos.

O congresso também contou com importantes pesquisas realizadas: Erik Valdez-Martines apresentou a situação atual dos direitos autorais na Federação Russa, a apresentação da especialistas internacionales em plataformas digitais e novas tecnologias (VOD vídeo-on- demand); Janine Lorente e Andrea Mazzuli – Diretor Área Audiovisual SIAE Itália – e sua situação global que foi complementada pela importante análise realizada por Dmitry Kolesov sobre a perspectiva das plataformas VOD legais na Federação Russa.

Houve um valioso debate dos Autores representantes das alianças e federações internacionais que demonstraram o sucesso da união realizada pelos Autores em cada um de seus territórios, explicando o papel desempenhado por essas alianças e a necessidade de criar um quadro de cooperação com a região da Eurásia para que receba a ajuda e o apoio que os seus Autores precisam.

A América Latina apresentou a FESAAL – Federação de Sociedades de Autores Audiovisuais Latino-Americanos – fundada recentemente e com más de 10 sociedades de gestão latino-americanas, que teve um avanço histórico no seu território e que já percorreu um longo caminho na defesa dos direitos autorais e na ajuda a sociedades emergentes.

O congresso foi encerrado de forma muito positiva depois do anúncio de um dos passos mais importantes que foram dados no contexto de cooperação das alianças internacionais: FESAAL, W&DW e APASER – Aliança Pan-Africana de Roteiristas e Diretores – que visando à criação de um suporte de colaboração nos países onde suas sociedades de gestão estejam em processo de desenvolvimento, assinaram um acordo de entendimento que tem, dentro de suas prioridades, a ajuda, o conhecimento e o suporte financeiro necessário para os primeiros e significativos passos que tais sociedades precisam neste caminho (ver nota).