ADAL ALGyD FESAAL América Latina e Caribe News NOTÍCIAS

CREADORES PY – Nova Sociedade de Diretores e Roteiristas do Paraguai

 A formação e criação da Sociedade de Gestão que protege os direitos de remuneração de diretores ou realizadores e de roteiristas, nacionais e estrangeiros, como autores de obras audiovisuais. Pela primeira vez na sua história, a República do Paraguai conta com uma entidade que protege os direitos de seus autores.

Juno com os diretores Juan Carlos Maneglia – Presidente da Creadores Py, Tana Schémbori – Secretária-Geral da Creadores Py, e um grande grupo de autores paraguaios, e contando com o total apoio da FESAAL, foi formada pela primeira vez na história do território, a sociedade de gestão coletiva que tem como função a proteção dos direitos autorais, além de promover atividades de formação para eles, dirigida inicialmente para diretores e roteiristas que tenham criado longas-metragens de ficção, documentários, séries ou novelas exibidos e comercializados.

Atualmente, a sociedade está dirigida e aberta para todos os diretores de longas-metragens e documentários de ficção que tenham lançado produções exibidas ao público. Está prevista, ainda, a inclusão de mais profissionais do audiovisual, como diretores de videoclipes e curtas-metragens.

No âmbito da constituição foi apresentado o conselho diretivo, o comitê de vigilância e o comitê eleitoral. O presidente do comitê diretivo é Juan Carlos Maneglia, o vice-presidente, Rodrigo Salomón, a Secretária e tesoureira, Tana Schémbori, e o vogal, Eduardo Subeldía.

Acima da esquerda para a direita: Pietro Scapinni, Ray Armele, Javier Facciuto, Armando Aquino, Juan Manuel Salinas, Juan Carlos Maneglia, Rodrigo Salomon, Eduardo Subeldia, Notary: Kike Peroni. Inferior esquerda para a direita : Andrea Stallard, Tana Schembori, Advogada: Claudia Franco.

Inicialmente exercerá como presidente da sociedade o cineasta Juan Carlos Maneglia, e como vice-presidente, o diretor Rodrigo Salomón, acompanhados por uma junta diretiva com sócios fundadores como Tana Schémbori, Pietro Scappini, Armando Aquino, Tito Chamorro, Juan Manuel Salinas, Aramí Ullón, Ray Armele, entre outros.

A América Latina, em matéria de direitos autorais, avançou ininterruptamente nos últimos anos, consagrando-se com a criação da FESAAL – Federação de Sociedades de Autores Audiovisuais Latino-americanos, que financia e dá suporte para a formação das sociedades de gestão coletiva em todos os países latino-americanos, criando desta forma um bloco regional para a ajuda dos autores.