Featured 7 News

Fairness Rocks. Recompensa justa pela contribuição criativa.

Durante muito tempo os conglomerados proprietários de direitos não conseguiram garantir que os artistas criativos por trás das obras recebessem uma parte economicamente justa pela sua contribuição criativa. É hora de mudança.

Os criadores do novo site de campanhas da Spinal Tap – www.fairnessrocks.com – serão lançados oficialmente nesta semana, no Dia Mundial da Propriedade Intelectual.

A campanha Fairness Rocks nasceu dos criadores da Spinal Tap sabendo que não foram selecionados para um tratamento especial. Efetivamente, apenas alguns poucos distintos e bem-sucedidos criadores recebem uma parte justa dos lucros decorrentes da exploração do seu trabalho.

Os fãs e o público podem não perceber a realidade econômica por trás das indústrias de música e cinema. Assim como os consumidores estão revoltados pela existência de camisetas fabricadas por mão de obra explorada no mundo em vias de desenvolvimento, é surpreendente como também é desaprovada a falta de tratamento justo que o talento recebe de empresas que exploram sua música e seus filmes quando se conhecem as realidades comerciais.

Para piorar a situação, as práticas de poderosas empresas de tecnologia acabaram com a receita dos escritores, compositores, atores e cineastas de todo o mundo.

A verdade é que tanto o poder quanto os desequilíbrios financeiros, entre o talento e as corporações, persistiram ao longo do tempo. Individualmente, o talento tem uma fraca capacidade de negociação; muitas vezes os criadores devem assinar contratos que contradizem os princípios fundamentais das leis elaboradas para protegê-los.

A intenção do Fairness Rocks é trazer à tona algumas destas práticas desleais, ajudar a educar o público e informar os jovens criadores que estejam começando suas carreiras na música e no cinema. O site pretende destacar o trabalho das organizações de defesa do talento e ser um lugar onde seja possível encontrar informações úteis e atualizadas tanto para a mídia quanto para os cineastas e os músicos.


Source: Amanda Harcourt