Ásia-Pacífico Europa News NOTÍCIAS

Direito Autoral na Eurásia

Após o congresso anual que a W&DW realizou na cidade de Moscou, Federação Russa, em março passado, reunindo os autores audiovisuais da região e arredores, são conhecidos os avanços nos objetivos propostos.

O último congresso anual não somente reuniu os autores audiovisuais russos, mas também colegas dos países Azerbaijão e Bielorrússia que conheceram seus colegas representantes das sociedades de gestão coletiva internacionais, membros da W&DW, na reunião da cidade de Moscou para expressar seu total apoio nesta luta pelos seus direitos em seus territórios, sendo prioritário o apoio às sociedades que precisam de ajuda para se reafirmarem e se construírem como Sociedades de Gestão Coletiva.

Hussein Mekhtiev (Diretor, Presidente AzDG, Azerbaijão)

Vladimir Khotinenko (Diretor, Federação Russa)

Erik Valdes-Martines (Vice-Chefe Internacional RUR, Federação Russa)

Shahira Tajaddin (Secretário Geral AzDG, Azerbaijão)

Sergey Hirhel (Dramaturgo e roteirista, Bielorrússia)

W&DW Annual Meeting Moscow 2019

W&DW Annual Meeting Moscow 2019

W&DW Annual Meeting Moscow 2019

Os diretores e roteiristas audiovisuais da Federação Russa, apoiados nesta luta por grandes nomes do cinema nacional, como os diretores internacionalmente reconhecidos Vladimir Khotinenko e Nikita Mikhalkov, que se pronunciaram em favor da formação de una associação que reúna diretores e roteiristas no seu território, tiveram avanços importantes quando fizeram uma apresentação formal ao Ministério da Cultura colocando a problemática dos direitos autorais de roteiristas e diretores russos. Esse mesmo pedido, para alterar a lei atual, foi formalmente apresentado no congresso russo. Espera-se que o diretor Vladimir Khotinenko – que tem uma grande representatividade no campo profissional do cinema e a televisão – lidere a formação da sociedade de gestão coletiva de diretores.

Na mesma situação se encontram os autores audiovisuais da Bielorrússia que, após o congresso, estão organizando a formação da Associação de Gestão Coletiva de Diretores e Roteiristas da Bielorrússia para a defesa dos direitos de remuneração de seus autores em seu território e no resto do mundo.

O Azerbaijão já possui uma sociedade de gestão – AAS Sociedade de Autores do Azerbaijão – que representa os autores em seu território desde 1995, na qual se está trabalhando para realizar acordos de representação recíproca com sociedades de todo o mundo. Isso é importante para que a defesa dos autores audiovisuais azerbaijanos seja representada internacionalmente.


Fotos: Martín Gamaler, DAC – DEPAC para W&DW.